Skip links

Como negociar os principais pares de divisas – Parte 1

Os principais pares de moedas estão ligados às fortes economias que representam, tanto com as moedas base como com as cotadas, negociadas diariamente em grandes volumes. Como resultado, os spreads para estes pares são baixos, tornando-os opções atraentes para os comerciantes.

Ao negociar qualquer par de moedas, é importante estar a par das últimas notícias econômicas, dos principais eventos econômicos, das mudanças geopolíticas, dos lançamentos e anúncios de dados econômicos e estar atento às formas pelas quais eles podem afetar os preços das moedas.

Na visão geral a seguir, você se familiarizará com alguns dos fatores mais significativos a serem considerados ao negociar alguns dos principais pares de moedas mais populares.

EUR/USD: O ‘Eurodollar’ é um dos pares de divisas mais populares entre os comerciantes. Este par representa duas das economias mais fortes do mercado: a Europa e os EUA. A negociação deste par de moedas exige que se mantenha atualizado com os desenvolvimentos sociais e econômicos em ambos os países, bem como os seguintes lançamentos de dados como relatórios do PIB, os relatórios do NFP nos EUA, dados de desemprego, CPI e muito mais.

-USD/JPY: O par de moedas dólar americano – iene japonês está relacionado com as economias americana e japonesa oferecendo uma sólida comparação entre os dois pilares econômicos globais. Ao negociar este par, você deve ficar de olho nos anúncios da Reserva Federal e do Banco do Japão e nas mudanças nas taxas de juros.

-GBP/USD: A taxa de câmbio da libra esterlina em relação ao par cambial do dólar americano é determinada pelas condições da economia britânica e americana. Devido ao Brexit, o Reino Unido não faz mais parte da Comunidade Econômica Européia e a libra esterlina poderia ser amplamente dependente da economia britânica.

Negocie CFDs nos principais pares de moedas com a Traders Trust, uma corretora STP confiável, e abra suas negociações forex de curto ou longo prazo com alguns dos spreads mais baixos do mercado.